Nunca custou tão caro baixar mp3s nos EUA

Joel Tenenbaum, um estudante da Universidade de Boston de 25 anos, que confessou à justiça ter baixado várias músicas entre 1999 e 2007 por sites de conexão peer-to-peer (P2P), foi hoje condenado a pagar multa de 675 mil dólares por fazer downloads de 30 músicas protegidas por direitos autorais.

A ação foi movida pela RIAA (Recording Industry Association of America), que em junho já havia conseguido a condenação de uma mãe de quatro filhos, Jammie Thomas-Rasset, de 32 anos, por compartilhar vinte e quatro músicas no Kazaa. A multa de Jammie foi de 1 milhão e 920 mil dólares.

Esse espetáculo todo deve querer funcionar como uma espécie de castigo exemplar. É uma pena que isso não barra e não barrará o movimento que se formou no ciberespaço em prol do compartilhamento. É bem melhor que a indústria fonográfica poupe as energias gastas em julgamentos como esses, para pensar novas estratégias de sobrevivência neste novo mundo governado pelos piratas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s